Como perder peso após a gestação?

Conheça a história da aluna que perdeu mais de 15 quilos após a gravidez

Por Stéphanie Stahl

Ser mãe é um verdadeiro sonho, um momento único de realização que dá sentido a vida. Foi assim que se sentiu Fernanda Tókas, 28, há dois anos quando deu a luz ao seu primeiro filho. “A felicidade de ter um filho é indescritível” conta ela. Assim como a alegria chegou, as preocupações e responsabilidades também aumentaram. É preciso disposição e energia para acompanhar os recém-nascidos. Além disso, é comum querermos voltar a forma física de antes. “Depois de ter meu filho bateu um desespero porque estava muito acima do peso.”

Fernanda tevdscn2970-copiae uma gravidez de risco, não podia fazer nada e passava boa parte do tempo deitada. Chegou a pesar 77 quilos e teve medo de não voltar ao peso que tinha antes. Antes de decidir procurar uma academia emagreceu alguns quilos cuidando da alimentação. Escolheu a Viva Vida, pois era a que possuía o melhor horário e tinha muitas opções de aulas. “Aqui eu posso escolher o horário que eu quero vir. Sou professora e às vezes meu horário é de manhã, às vezes é à tarde. E, aqui é indiferente. Sempre tem aulas e horários para fazer.”

Tímida fazia as aulas que gostava no fundo da sala, seguindo os passos dos professores. “Aos poucos fui ganhando confiança. E, todos os professores foram importantes porque fui bem recebida por todos eles.” Conforme treinava, Fernanda se deparava com uma nova pessoa. Sua percepção sobre si mesma também passava por mudanças. “Descobri que sempre fui gordinha e não sabia. Não apenas perdi o peso que ganhei com a gravidez, como também estou mais magra que antes de ter o meu filho”.

Hoje, os 61 quilos estão distribuídos em 1,62 de altura. Fernanda também perdeu quase 10% de gordura corporal. Em medidas, são oito centímetros a menos de abdômen e cintura, e outros cinco de quadril. Mas, além do resultado estético conquistado ao longo de um ano, a cada mês ela notava que o seu dia-a-dia também estava mais saudável. “A primeira coisa que notei foi minha disposição. Antes eu já acordava cansada, hoje durmo muito melhor e adscn2952-copiacordo disposta.” Sua disposição crescia e os desafios também. A cada semana ela buscava uma motivação, algo que pudesse superar. “Me sentia melhor sempre que vinha sem faltar. Não conseguia pegar peso ou fazer as aulas até o fim. Eu via as senhoras fazendo e pensava: – Se elas conseguem eu também vou conseguir- recorda.”

Fernanda passa a mão no cabelo, fixa o olhar e lembra: “Um dia tive que ir embora antes do final de uma aula de Step. E, fazer prancha, por exemplo, não conseguia nem 5 segundos! Hoje faço qualquer aula que eu quiser,” conclui ela com um sorriso. Crescer nas aulas e ganhar confiança foi o começo, depois Fernanda passou a frequentar mais a musculação. “Não notava, mas hoje vejo como melhorou. A musculação ajudou muito, teve um papel muito importante no resultado.”

Na família todos ficaram contentes e apoiaram sua decisão. “Eu tinha um bebê e precisei do apoio da minha mãe no começo. Eles sabem que eu mudei por causa da academia e ficam felizes por issdscn2983-copiao.” Enquanto a família colabora, os amigos animam. “Fiz muitos amigos aqui e isso é muito bom. Antes eu ficava esperando por alguém. Aí, o amigo vinha um dia e não vinha os outros dez. Percebi que se eu não fosse ninguém iria por mim.”

Determinada e comprometida, hoje sua meta é alcançar mais definição. Prepara seus alimentos e busca uma alimentação mais saudável. Se já recebeu alguma crítica antes ou se ouviu agora por seus novos hábitos, simplesmente aceita. “Se alguém falou algo que me motivou a mudar digo: – Que bom, serviu de incentivo e cresci com isso.”

Você tem um conselho para quem deseja começar?

“Meu resultado não foi rápido, para alcançar demorei mais de um ano. Mas, não sou neurótica. Posso sair com a família e amigos sem medo porque sei que a academia me dá o suporte e eu consigo voltar focada. Por isso meu conselho é escolher uma atividade que você goste e um lugar que ofereça isso. E, não adianta vir um dia ou dois, aprenda a colocar a academia em sua rotina.”

Antes e depois:

antes-e-depois

 

 

Alimentação no inverno

Quando o frio chega nossa vontade de comer alimentos calóricos aumenta. Mas, existem alimentos que são típicos da estação e podem ajudar você a manter a dieta. Confira os SETE ALIMENTOS que podem ser consumidos na estação com muito charme. Vamos te ajudar a fazer as escolhas certas!

Por Stéphanie Stahl

Sopas

sopaA sopa é uma excelente opção de alimento no inverno. Ela pode ser muito nutritiva dependendo como for preparada. Evite temperos prontos. Eles possuem grande quantidade de sódio e gordura. Além disso, sopas a base de creme de leite também possuem muitas calorias. Prefira uma sopa rica em legumes e verduras. Abuse de folhas como repolho, espinafre e agrião. Para temperar experimente usar alho poro e um creme de moranga!

Chás

chaBeber chá melhora o sistema imunológico, protege artérias, auxilia a digestão, tem poder anti-inflamatório e antioxidante. Tantos os chás de saquinho quanto os naturais podem ser consumidos sem prejuízos à dieta. Os chás industrializados trazem várias partes da planta, o que diminui a concentração dos princípios ativos da erva. Já os chás naturais são mais concentrados, mas é preciso observar as condições de higiene da planta, observar o estado de conservação e certificar-se de que é mesma a que você procura. No entanto, prefira puro sem açúcar ou adoçante. Pode usar um pouco de mel, colocar gotas de limão, gengibre, casca de abacaxi ou um pedaço de canela…

Vinho

vinhoEstudos comprovam que a ingestão moderada de vinho tinto reduz o risco de doenças cardiovasculares, doenças respiratórias e demências, ajuda na digestão e até fortalece os ossos. Os benefícios estão relacionados aos antioxidantes presentes na casca e na semente da uva. Mas o ideal é consumir moderadamente, em de uma a duas taças por dia de 120ml. Mas, não esqueça que para consumir o ideal é que a pessoa mantenha uma dieta adequada e pratique exercícios físicos.

Frutas da estação

morangoAs frutas típicas do inverno são: abacaxi pérola, melão, morango e caju. Todas ricas em vitamina C, nutriente muito importante para o sistema imunológico, principalmente no inverno. fibras que ajudam a controlar o colesterol e manter o intestino trabalhando direito, além de possuírem antioxidantes, substâncias que ajudam a prevenir câncer.

Canela

canelaA canela tem ação estimulante, termogênica e antidiarreica – facilita a digestão, diminui o colesterol LDL, controla a glicose e diminui a compulsão por carboidratos e doces. Além disso, ela protege o corpo de doenças respiratórias por conter propriedades antibacterianas, expectorantes e anti-inflamatórias. É indicada para quem tem bronquite, resfriados, tosse ou infecções como faringite e laringites. O ideal é polvilhar a canela por cima da bebida quando ela já estiver mais morna para não perder suas propriedades.

Gengibre

gengibreEssa raiz é rica em vitamina C, capaz de imunizar o organismo contra gripes e constipações, reduzir o colesterol, cicatrizar as feridas, proteger as gengivas e defender o organismo dos radicais livres. O gengibre também contém vitaminas B3 e B6, que ajudam a aliviar os sintomas da TPM, e antioxidantes como magnésio, selênio e zinco. Uma colherzinha de café com aproximadamente seis gramas de gengibre em pó tem três calorias. Ele também pode ser consumido cru, refogado, em forma de chá, utilizado como tempero e até adicionado em sucos.

Pinhão

pinhaoO pinhão é rico em gorduras insaturadas, benéficas principalmente para a saúde do nosso coração. Seus principais nutrientes são manganês, zinco, vitamina E e vitamina C, antioxidantes que fortalecem nosso sistema imunológico, prevenindo contra doenças e infecções. Alerta: o pinhão possui um valor calórico alto: 30 calorias por unidade, por isso o ideal é consumir apenas 100 gramas, duas ou três vezes por semana.

Me matriculei na Academia Viva Vida, e agora?

Por Stéphanie Stahl

Em primeiro lugar seja bem-vindo! Agora você conta com uma equipe altamente treinada para ajudar você a obter uma vida mais saudável. Agora que você se matriculou descubra o que fazer:

matricula

1º – Avaliação física

Este é o passo mais importante. A avaliação física é um serviço fundamental para que você possa conhecer suas limitações e possa receber as informações necessárias para saber como proceder para superar-se. Assim, você saberá onde precisa melhorar e terá certeza de que seu plano de treino é o ideal porque é personalizado e está de acordo com as suas necessidades. Aproveite para tirar suas dúvidas, receber informações valiosas, orientações e possibilidades de treino.  Além disso, depois de algum tempo poderemos comparar os resultados, através da reavaliação vamos ver o quanto você evoluiu!

2º – Comece e experimente

Após montada sua ficha de treino você será acompanhada por um professor na sala de musculação. Ele dará o suporte necessário e irá tirar dúvidas sobre os exercícios e equipamentos. Também experimente as modalidades que você escolheu e esteja aberta para encarar outras possibilidades, muitas vezes ao experimentar algo novo recebemos uma injeção de ânimo e percebemos o quanto uma atividade pode ser prazerosa.

3º Após 40 dias

Você já consegue perceber os primeiros resultados eles já são visíveis tanto em seu corpo como em seu treino. Você tem mais disposição, consegue fazer os exercícios de sua ficha com mais segurança e carga. Também percebe redução de dores nas costas e nas articulações. Chegou a hora de trocar de treino. Converse com o professor que te acompanha na sala para que ele faça as mudanças adaptando seu treino às suas necessidades.

4º Após 90 dias

Você completou um ciclo de treino! Chegou o momento de realizar sua primeira reavaliação. É importante comparar resultados e ver sua evolução. Com a reavaliação também conseguimos ver onde você ainda precisa melhorar e estabelecer novas metas. Assim você se mantém focado em seus objetivos.

Sobre os professores:

Temos muitos profissionais trabalhando em diferentes atividades na academia. Os professores vestidos com camisetas laranja são instrutores e são responsáveis pelo atendimento coletivo. Já a camiseta verde identifica o personal trainer que trabalha de forma autônoma e individual ou com duas pessoas. Já com terninho verde identificamos o setor de vendas que trabalha na recepção.

peca-ajuda

Hidratação

Para a sua comodidade a Academia Viva Vida oferece água filtrada. Dessa forma, basta trazer sua garrafinha para manter-se hidratado. Caso esqueça sua garrafinha também temos para vender na Loja Viva Vida Fitness.

Higiene

Traga sua toalhinha para evitar a proliferação de bactérias, assim você poderá secar o suor com seu material pessoal. Caso esqueça a toalhinha de rosto, também temos para vender na Loja Fitness.

Depois de utilizar o aparelho limpe-os para os próximos alunos. Assim outros alunos também terão esse cuidado. Para isso, existem borrifadores espalhados por toda a academia com a solução ideal para espantar microorganismos.

Metade da população brasileira é sedentária

Se você leu o título acima e se identificou quero convidar você a imaginar uma nova história para a sua vida. Acredite você pode! Comece hoje a mudança e sinta todos os benefícios que você ouve tanto falar.

atividade-fisica

Sobre a pesquisa

No ano passado nós falamos sobre isso nas redes sociais da academia, mas não custa relembrar, pois a situação é alarmante. Os dados são da última pesquisa divulgada pelo Ministério dos Esportes. Segundo o estudo, 46% dos brasileiros não pratica qualquer atividade física. Entre os jovens, 30% não pratica atividade física e o índice cresce conforme a idade aumenta.

Comece hoje a praticar exercícios e tenha muito mais qualidade de vida.

 

Vinte quilos mais magra

A história de quem já pesou 80 quilos e hoje exibe um corpo de 62

jaque destaque NETCom um olhar apreensivo e um jeito acanhado, Jaqueline de Oliveira Pinto pergunta: “Eu fiz alguma coisa? Aconteceu algo de errado?”Mas, logo o nervosismo vai embora e dá lugar a um ar de incredulidade e um sorriso tímido. Jaque, apelido carinhoso da aluna da Academia Viva Vida, foi eleita a destaque do mês e não consegue acreditar na notícia.

Ela não disfarça o contentamento e afirma a todo o momento. “Que honra, entre tantas pessoas, justo eu!” E não é a toa que Jaque pode se orgulhar: já chegou a pesar 80 quilos e usar manequim 46. Hoje, conta ela, usa 38. Quando entrou na Academia Viva Vida já havia perdido quase 10 com muito sacrifício. Mas, em menos de 10 meses de treino foi para os 60 quilos. A mudança veio principalmente devido ao treino pesado e suas aulas aeróbicas preferidas: jump e bike indoor.

Depois de perder massa gorda, Jaque decidiu que era hora de começar a definição muscular, passou a treinar pesado najaque biceps musculação. “A Geizi é power mesmo. Desde abril passei a fazer consultoria com ela, com uma alimentação certinha e mais balanceada, logo veio o resultado.” revela Jaqueline.

Todos os dias é assim, Jaqueline traz sua filha Marina junto para a Viva Vida perde o almoço com o marido e só vai fazer a refeição às 14h30. “Vale a pena almoçar mais tarde, eu durmo melhor, como melhor, vivo muito melhor”, afirma ela. “Marina olhava pra mim e dizia que eu estava gorda. Hoje quando olho uma foto de alguém malhando na internet e digo que quero ficar assim ela fala: mamãe, mas você já está assim, tá bonitona.”

Para Jaque é fundamental receber o apoio da família, principalmente no início quando é difícil perceber os resultados. A dica para quem está começando, conta ela, é justamente não desistir traçar um objetivo. “A Jaque tinha a foto de uma mulher bem gostosona que ela procurou na internet que serviu de inspiração’’, conta a profjaque chamadaessora Celina Pedrassani.

Agora Jaque está renovando o guarda-roupa. A calça jeans da foto antiga, não serve mais, fica folgada na cintura e apertada nas pernas. Com 10cm a menos de barriga, o jeito agora é renovar o guarda-roupa e aproveitar bem o verão .

Se quiser emagrecer, acredite.

Cassiano perdeu 20 kg balança e ganhou muitas roupas para serem apertadas

cassiano-2

Ele não estava disposto a acreditar, nem mesmo enfrentar mudanças. Mas, percebeu que desistir seria o mesmo que desacreditar em si próprio, na sua capacidade de superação. “Comecei a treinar desacreditado. Foi no dia 20 de novembro que me matriculei na Viva Vida, depois de já ter passado por várias academias.

Cassiano José Ribeiro, 28, treinou aproximadamente um ano e meio em outros lugares, mas sem êxito. Na verdade, até houve uma pequena melhora, perdeu 2 quilos, depois estacionou. A primeira academia ele frequentou por causa de um amigo, mas o companheiro o deixou na mão duas semanas depois de se matricular. Ele até continuou um tempo sozinho, depois procurou outro lugar. “Fui dois meses em uma academia perto da minha casa, mas não era legal. Aí comecei a estudar e percebi que teria que ir depois das 22h. Então decidi ir de manhã.”

Cassiano buscou um lugar que abrisse cedo e um amigo indicou a Viva Vida. “Ele me contou que cegava às 05h30 da manhã e que a academia já estava abrindo nesse horário,” lembra. “Vim durante uma semana e percebi que treinando pela manhã eu tinha mais pique e disposição para o restante do dia. Antes eu optava por treinar à noite, depois da faculdade, quando já estava exausto e deixava sempre o treino em 2º plano.”

Ele matriculou-se na quarta, marcou o exame físico para sexta-feira e no sábado já estava treinando. A mudança começou naquele final de semana e depois não parou mais. Acordar cedo foi só uma questão de hábito e força de vontade. Prova disso cassiano-3é que Cassiano costuma chegar à academia antes das 6h. “Depois da mudança até meu trabalho também passou a render mais, não tinha mais aquele cansaço. Foi assim que começou a dar resultado. Aqui, em um mês perdi 3 quilos”.

Logo os resultados começaram a aparecer. “O bacana é que o pessoal fica sempre em cima aqui”, conta Cassiano referindo-se aos professores que costumam ficar “em cima” dos alunos motivando, corrigindo e cobrando resultados. “Em outros lugares a galera não ficava assim, em cima. E, a companhia dos amigos também ajuda, é um ambiente bacana. “Me senti” bem aqui em outros lugares não era assim. Uma orientação que segui dos professores e que deu muito certo foi fazer o aeróbico depois da musculação e não antes. Outra coisa importante é que sempre converso sobre o treino, aviso quando sinto dor e minha ficha é trocada com frequência. O professor na sala faz a diferença”.

“Agora não tenho mais tanta preguiça,” conta. “Antes, até pra amarrar o tênis estava ficando complicado.” Além estar mais disposto Cassiano também percebeu uma evolução nas articulações. “Estava com problemas no joelho. Comecei a malhar e o joelho começou a doer. Fui ao médico, fiz vários exames e ele não viu nada de errado. Receitou um analgésico e disse para continuar treinando. Quando cheguei aos 89 quilos o joelho parou de doer.”cassiano-4

A alimentação também é primordial, foi preciso reeducar seus hábitos. “Eu acho que independente do lugar onde você treina é preciso cuidar da alimentação. Eu estava gordo e com pressão alta. Tem muita informação por aí e eu procurei me informar. Passei a controlar a alimentação e cortar os carboidratos ruins, optar por alimentos integrais e outros tipos de fonte de energia como batata doce e mandioca.” Antes, Cassiano comia a semana toda e de vez em quando procurava coisas “diferentes”, conta ele. Agora é ao contrário, durante a semana prefere alimentos saudáveis e a exceção, bom é exceção. “Não passo fome nem vontade” crava. E, mesmo na correria ele não deixa de consumir alimentos saudáveis. “Não comia salada, agora o primeiro prato são justamente os verdes. Como de três em três horas pelo menos uma fruta. Levo no carro, porque trabalho na rua.”

Há seis mecassianoses na Viva Vida, Cassiano coleciona sorrisos e quilos a menos. No total são 17 quilos a menos na balança. A família não entendeu muito bem a mudança e às vezes reclama quando ele não acompanha os almoços em família. “Eu ia e comia, mas não a mesma quantia de antes. Minha mãe disse que eu estava emagrecendo demais, mas nunca me senti tão bem.”

Foi uma alegria trocar as roupas do armário. A calça tamanho 50 passou para a numeração 42. “Doei a maioria das coisas que a costureira não dava conta de apertar”, e o antigo Cassino foi junto. Acreditar sempre esteve dentro dele. Bastou redescobrir sua força e capacidade para reconquistar a cada dia o seu próprio sentido de superação. Aceite seus limites, mas não desacredite na sua capacidade.

 
 

Pedalar espanta o desânimo e emagrece

Rozilda Marquetti perdeu quase 20 quilos de                                   gordura rozildacorporal fazendo bike indoor

Desânimo, cansaço, baixa autoestima e dificuldade de memorizar as coisas, sintomas que tornavam a fisionomia de Rozilda da Silva Marquetti, mesmo aosn 33 anos, com aparência de cansada. O trabalho era incessante e a dificuldade de organizar a rotina a deixava ainda mais desmotivada. Chegava do trabalho cansada e praticar qualquer atividade física era um desafio enorme, por isso chegou a desistir de treinar por dois anos.

            “Eu estava trabalhando de mais e não cuidava de mim mesma, reduzi meu horário de trabalho e procurei arranjar tempo. Pensei: se o dia tem 24 horas, é impossível eu não arranjar 2 horas para praticar atividade física.’’ Hoje com o rosto iluminado ela comprova que o exercício foi capaz de espantar os sentimentos ruins e trazer a tona uma mulher motivada e cheia de disposição.  “Sou viciada na aula de bike indoor. É ótimo o desafio da aula e quando ela termina já me sinto mais leve. Esqueço-me de tudo, fico 45 minutos focada.” Além da sensação de leveza,  de euforia e alívio do estress, outros fatores também melhoraram a qualidade de vida de Rozilda, os resultados.

            “Notei a mudança na minha primeira avaliação física e me empolguei ainda mais para a segunda. Faço a cada três meses e é ótimo. Assim, você tem ideia da sua evolução, se mantém animado e recebe dicas para corrigir o que falta.” Rozilda perdeu 16 quilos de gordura corporal e ganhou 7 quilos de massa magra. Na fita métrica um total de 13 cm a menos de cintura e 11 cm de quadril. As calças, conta ela, já não param mais, passam direto pelo abdômen e quadril, caindo sobre os pés. A cintura fina agora 22 cm menor, deixou-a ainda mais feminina e delicada.

           rozilda cópia Perfeccionista, alisa os cabelos agora negros e lisos com os dedos enquanto conversa. Os olhos graúdos e verdes procuram no alto as melhores palavras para descrever a nova fase. Observa-se no espelho e quer olhar as fotografias tiradas, esconder pelo melhor ângulo aquilo que ela julga ainda não estar perfeito. “Quero manter o peso e perder gordura do corpo, ficar com o mínimo necessário e manter.” Para isso, ela conta com a ajuda dos profissionais da Viva Vida, especialmente os que ela mais se identifica. “Adoro treinar, principalmente bike, queima tudo. Me encontrei ali, o professor não dá aula por dar é muito dedicado. Ele não tem preferência por ninguém, oferece ajuda e atenção a todos igual, é muito bom. Se você fizer como ele orienta e não pedalar passeando como ele fala você perde’’, conta ela entre risos. ‘‘Eu nunca consegui perder tanto em tão pouco tempo.”

            Em casa a família também segue a nova rotina. “O maridão antes e depoisadorou a mudança e até ele diminui a barriga. Só o pequeno sente saudade do colo fofinho e reclama, mas digo para se acostumar que vai ficar assim. O mais velho não percebeu nada, até uma hora que ele, na correria para o trabalho, me viu de calça legging e observou a mudança.” Agora todos comem coisas saudáveis na casa de Rozilda, “no começo foi difícil” conta ela, “a pior parte foi a reeducação alimentar, porque ir a academia sempre foi um prazer. Na Viva Vida o treino é bom, a recepção te trata bem, o professor de bike Willian é ótimo, muito dedicado, o Jean recebe todos e cumprimenta um a um. Acho bem completa, não vale a pena as outras porque aqui a preocupação é com a pessoa.’’

10 motivos para fazer musculação

Muitas pessoas começam a treinar pensando apenas no resultado e que seu esforço precisa aparecer rapidamente. Elas esquecem de perceber detalhes importantes no seu dia-a-dia e melhoras que vão muito além de um corpo definido. Outras colocam a musculação em segundo plano por preconceito com o treino que usa cargas. Você tem muitos motivos para incluir a musculação no seu programa de treinos, e nós vamos te mostrar. Quer ver?

10-motivos-academia

1.Você terá sensação de tranquilidade, bem-estar e aumento da qualidade do sono. Estudos científicos apontam que a prática regular de exercícios físicos, ajudam o corpo a liberar serotonina e endorfina, hormônios são responsáveis por proporcionar sensações como alívio, bem estar e até bom humor.

2.Sua autoimagem irá melhorar, assim como seu autoconceito, contribuindo para o aumento da autoestima, refletindo na socialização e melhora dos relacionamentos interpessoais;

3.A prática regular também melhora quadros de depressão, angústia e ansiedade, que muitas vezes pode estar associados a obesidade;

4.Melhora dos aspectos cognitivos: atenção, concentração, memória e aprendizagem;

5.Aumento do gasto calórico total diário, o que contribui para reduzir a quantidade de gordura corporal, desde que acompanhada de uma dieta adequada;

6.Melhor capacidade aeróbica, flexibilidade, condicionamento, resposta muscular e agilidade.

7.O ganho de massa magra deixa o corpo firme, defininco, enrijece e aumenta a força muscular;

8.Quem treina também tem menos predisposição em desenvolver sintomas psicossomáticos como: impotência

9.Aumento da resistência do sistema imunológico, diminuindo o risco de infecções oportunistas;

10.Diminuição do risco de problemas cardíacos, hipertensão, colesterol e diabetes.

Academia Viva Vida participa do FENUDI

Festival de dança é palco da apresentação de Jazz Infantil

O Jazz Infantil da Academia Viva Vida marcou presença no Festival Nacional Universitário de Dança de Itajaí, o FENUDI. O palco aberto do festival foi o local perfeito para apresentação da nova coreografia.

As meninas deram um verdadeiro show de musicalidade e ritmo interpretando a música de Avril Lavigne. O nervosismo foi superado a cada passo da coreografia elaborada pelo bailarino e coreógrafo Jean Ramos que avaliou de forma positiva a apresentação e a evolução das alunas. “Estou planejando a participação das meninas em novos festivais e também o começo de uma nova coreografia, elas foram muito bem na apresentação. Estão de parabéns.”

O grupo é formado por meninas de 7 a 12 anos que praticam a modalidade duas vezes por semana na Academia Viva Vida. A meta da modalidade é oferecer diversão às crianças e contribuir para o seu desenvolvimento, tanto sob o aspecto motor, como social, reforçando a disciplina e o esforço como fundamentos para a evolução na dança.

Lançamento: Funcional Kids em setembro

kidsA partir da próxima semana os pais que buscam incentivar hábitos saudáveis e curtir momentos de lazer em família poderão contar com mais uma opção:  Funcional Kids. A modalidade tem como objetivo conscientizar a criança dos movimentos naturais realizados no dia a dia e pode, inclusive, melhorar a performance em outros esportes como vôlei, basquete, futebol…

Atualmente a Academia Viva Vida já oferece Jazz e Boxe para crianças. As modalidades são procuradas pelos pais que aproveitam o tempo para treinar enquanto as crianças se divertem. Se você tem dúvidas sobre qual modalidade escolher, confira a entrevista com o professor Willian, quem comandará o funcional na Viva Vida.

O que é o Funcional Kids?

O Funcional Kids consiste em uma aula dinâmica e divertida que propõe desafios a serem superados através de diferentes exercícios. São atividades que visam harmonizar os movimentos de grandes aos pequenos músculos, melhorando o desenvolvimento geral da criança para uma melhor qualidade de vida e socialização.

Qual o objetivo da aula?

O principal objetivo é conscientizar a criança do movimento natural do dia a dia. Elas sabem correr, agachar, saltar, rastejar, fazem isso com frequência, mas não têm consciência ao fazer. Assim, vão criar hábitos saudáveis e gosto pela atividade física, melhorando a coordenação motora e psicomotoras, o equilíbrio, a resistência e a velocidade e controle de peso.

Quais os benefícios da modalidade?

O Funcional Kids promove equilíbrio, condicionamento, resistência, agilidade e raciocínio. Além de motivar e melhorar o desempenho das crianças nas mais diferentes práticas de esporte.

Quem pode participar?

O programa é adequado para cada faixa de idade. Temos turmas infantis e juvenis, atendendo crianças de 7 a 13 anos. As atividades são lúdicas, exercitam o corpo e a mente e pretendem resgatar velhas brincadeiras e trazer novidades que irão tornar a diversão um momento de aprendizado.

Qual a metodologia adotada?

O método é dinâmico e busca estimular diferentes capacidades físicas motoras e psicomotoras. O foco é o movimento globalizado  e não apenas grupos musculares isolados. Nos exercícios funcionais a carga é exercida pelo peso do próprio corpo acrescentado o equilíbrio como componente do treino. Mas também podem ser usados equipamentos ou acessórios como: bola, medicine ball, corda, kettbell, bandas elásticas, cones, cordas, escada, caixotes e o treinamento suspenso, etc…

Gostou? Saiba mais sobre o horário das aulas aqui.